Polícia apresenta homem que atirou e matou agente da limpeza pública em Manaus; vídeo


MANAUS| A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) apresentou na manhã desta sexta-feira (6/05) Fábio Alexandre Lira dos Santos de 28 anos, conhecido como “Negão”, apontado como principal executor do agente de limpeza pública Aldenir Rodrigues Castilho de 25 anos que morreu no dia 26 de abril no bairro Japiim, zona sul de Manaus.


Durante coletiva, o delegado Ricardo Cunha, titular da especializada, informou que Negão alegou ter atirado contra Aldenir porque se assustou com os gritos de “pega ladrão” e disse que não tinha intenção de ferir ninguém.


Na semana passada quando foi preso, o motorista Ewerton da Silva disse à polícia que Rafael Lira do Santos, irmão de Fábio, era o suspeito do crime. Segundo o delegado, Ewerton voltou atrás informando que tinha se enganado e o autor do disparo era o Negão.


Ainda de acordo com a polícia, Fábio tem passagem por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e também roubo majorado. Negão tentou se desfazer das roupas na qual usou no dia do crime, queimando as peças no sítio da família onde estava se escondendo. Nos últimos dias, o suspeito também tinha rompido a tornozeleira eletrônica.



Os familiares que esconderam Fábio Alexandre no sítio terão que responder na Justiça pelo crime de  favorecimento pessoal, onde escondem alguém que é procurado.


Veja o vídeo do local onde o criminoso estava escondido: