Pesquisa IPEC- Lula dispara e diferença para Bolsoanro é de 12 pontos percentuais



SÃO PAULO| Uma nova pesquisa Ipec realizada com entrevista em domicílios, contratada pela TV Globo e divulgada na noite desta segunda-feira (29/08), aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está à frente na disputa pela Presidência da República, com 44% das intenções de voto, e mantém a diferença de 12 pontos percentuais para o principal adversário. O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece em segundo, com 32%.


Por ter 44% das intenções de voto, e a soma dos outros candidatos ser 43%, Lula ainda pode ganhar no primeiro turno. Mas, como a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, o petista pode também estar atrás da soma dos demais, o que levaria a disputa para o segundo turno.


Em seguida, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 7%, e Simone Tebet (MDB), com 3%, empatados na margem de erro que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O candidato do partido Novo, Luiz Felipe D'Avila, aparece com 1% e também empata tecnicamente com a senadora. Os demais candidatos foram citados, mas não alcançam 1% das intenções de voto.



Esta rodada não é comparável com a anterior, de 15 de agosto, porque agora foi incluído o nome do ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB). Ainda cumprindo prisão domiciliar, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) determinou a suspensão de repasses de recursos públicos para a campanha dele.


Com isso, o político fica impedido de usar o dinheiro do fundo especial de financiamento de campanha e do fundo partidário até que o caso seja julgado. O período do levantamento contempla as sabatinas com os quatro candidatos mais bem colocados nas pesquisas, realizadas pelo Jornal Nacional entre os dias (22 a 26 de agosto).


A pesquisa realizou 2 mil entrevistas pessoais face a face entre os dias 26 e 28 de agosto. O nível de confiança, segundo o instituto, é de 95% e a margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-01979/2022, com custo de R$ 231.156,29.