Jovens morrem após incêndio consumir casa na zona leste de Manaus


Manaus | Os irmãos Ruan e Sidcley Oliveira, de 19 e 23 anos, respectivamente, morreram queimados após a casa da família deles ser destruída por um incêndio na madrugada deste domingo (20), em Manaus.


A tragédia abalou os moradores da rua Itanga, no bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste da capital.


Conforme informações de moradores da comunidade repassadas aos Bombeiros, um problema em um ventilador pode ter causado incêndio, que resultou nas mortes dos irmãos no incêndio em Manaus.




Além de Ruan e Sidcley, também estavam na casa outros dois irmãos deles, uma jovem de 18 anos e uma criança de 8 anos. O menino teria visto o fogo no ventilador e avisado os mais velhos.




Ainda conforme os relatos de testemunhas, Sidcley conseguiu sair da casa junto com os irmãos mais novos. Mesmo após notar que as chamas se espalharam de forma rápida pela residência, Sid, como era conhecido na vizinhança, resolveu entrar novamente na casa para tentar salvar Ruan.


Os vizinhos contaram, ainda, que Ruan tinha acabado de chegar de uma confraternização e estava embriagado. O jovem dormia e por isso não conseguiu sair antes junto com os irmãos e Sid não conseguiu resgatar ele, na condição que estava.


Ruan morreu carbonizado dentro do imóvel. Sid sofreu graves queimaduras. Ele ainda foi socorrido e levado para o Hospital João Lúcio, depois transferido para o Hospital 28 Agosto, que possui um Centro de Tratamento de Queimados, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde.


Vídeos que circulam nas redes sociais mostram equipes dos Bombeiros atuando para combater o fogo na casa das vítimas. No total, foram utilizados aproximadamente 15 mil litros de água para a extinção das chamas. Houve queima total dos móveis e Defesa Civil do Município foi acionada para atuar no local.