Internado, FHC passa bem e terá que fazer cirurgia no fêmur



SÃO PAULO| O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de 90 anos, foi internado ontem (11/03) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O tucano deu entrada após sofrer uma lesão no fêmur. Seu estado de saúde é considerado bom.

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal "O Globo" e confirmada com fontes ouvidas hoje. A assessoria de imprensa disse que FHC está bem. De acordo com boletim médico do hospital, o ex-presidente vai passar por cirurgia nos próximos dias.


Nas redes sociais, o PSDB publicou mensagem desejando rápida recuperação ao cacique do partido. Desejamos rápida recuperação ao presidente Fernando Henrique Cardoso, internado hoje em função de uma fratura no fêmur. Receba o abraço dos tucanos de todo o Brasil, @FHC.




Nascido no estado do Rio de Janeiro, em junho de 1931, FHC se mudou para São Paulo com menos de dez anos, onde estudou e fez carreira política e acadêmica. Fernando Henrique Cardoso foi um dos fundadores do PSDB (Partido Social Democrático Brasileiro).


No primeiro ano do mandato do presidente Itamar Franco, FHC assumiu o Ministério das Relações Exteriores, em 1992, e no ano seguinte foi atribuída a ele a função de Ministro da Fazenda. Nesta pasta realizou uma reforma monetária na economia brasileira que vivia sucumbida pela inflação, o chamado Plano Real.


Em 1993 deixou o Ministério da Fazenda e lançou sua candidatura à presidência da República, rivalizando assim com Luiz Inácio Lula da Silva, que concorria à presidência pelo PT e era considerado o candidato favorito na ocasião.

O tucano foi eleito duas vezes para os mandatos que seguiram entre 1995 e 2002.