Eleições 2022- Pesquisa IPEC: Lula mantém 44% contra 31% de Bolsonaro


BRASIL| Pesquisa Ipec realizada com entrevista em domicílios, contratada pela TV Globo e divulgada nesta segunda-feira (05/09), aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está à frente na disputa pela Presidência da República, com 44% das intenções de voto e 13 pontos percentuais de diferença para o principal adversário no cenário estimulado, quando são apresentados os nomes dos candidatos.


O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece em segundo, com 31%. Em comparação à pesquisa anterior, Bolsonaro apenas variou dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Antes, o presidente tinha 32%. O petista manteve o mesmo número do último levantamento.


Por ter 44% das intenções de voto, e a soma dos outros candidatos ser 45%, Lula tem possibilidade de vitória no primeiro turno devido à margem de erro.

Em seguida, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 8%, e Simone Tebet (MDB), com 4%, empatados na margem de erro.


O candidato do partido Novo, Luiz Felipe D'Avila, e a senadora Soraya Thronicke ficam com 1% cada e também empatam tecnicamente com Tebet.

Os demais candidatos foram citados, mas não alcançam 1% das intenções de voto.


Ciro, Tebet e Soraya oscilaram positivamente um ponto desde a última pesquisa. O período deste levantamento é o primeiro a contemplar o debate presidencial promovido pelo UOL, Folha de S.Paulo, Band e TV Cultura.


Incluso na sondagem, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) saiu da disputa após ter a candidatura negada na última quinta-feira (1º). No sábado, o PTB formalizou o pedido de registro de Padre Kelmon, que seria o vice na chapa, como candidato à Presidência da República pelo partido.


A pesquisa realizou 2.512 entrevistas pessoais face a face entre os dias 30 de agosto e 5 de setembro. O nível de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-00922/2022, com custo de R$ 290.332,30.


Espontânea-

A pesquisa também testou um cenário espontâneo, ou seja, quando os eleitores podem apontar qualquer candidato de sua preferência.

Nesse caso, desde a última sondagem, houve oscilação dentro da margem de erro. Anteriormente, Lula tinha 40%; Bolsonaro, 31%; e Ciro, 4%, Tebet, com 2%, ficou estável.



Segundo turno-

O Ipec simulou um cenário de segundo turno entre Lula e Bolsonaro. Houve variação dentro da margem de erro, já que na pesquisa anterior o petista aparecia com 50% dos votos, enquanto o atual presidente tinha 37%. Brancos e nulos eram 9%, e indecisos, 4%.



Sobre o instituto-


O Ipec foi fundado em fevereiro de 2021 por ex-executivos do Ibope, que encerrou suas atividades em janeiro por conta do fim de um acordo de licenciamento da marca após 79 anos. O Ipec aborda entrevistados em suas casas, localizadas em áreas estabelecidas conforme distribuição do eleitorado brasileiro.