Dilma é ovacionada em Honduras antes da posse de Xiomara Castro; Veja o vídeo


BRASIL| A ex-presidente Dilma Rousseff foi aclamada, na última quarta-feira 26, durante solenidade na Universidade Nacional Autônoma de Honduras. O evento compôs uma série de cerimônias que marcam a posse da presidenta Xiomara Castro, que se confirmou nesta quinta-feira ( 27).


Castro, de 62 anos, é esposa do ex-presidente destituído Manuel Zelaya e encerrou a supremacia da direita com uma coalizão liderada por seu partido, Liberdade e Refundação, o ‘Libre’.



Para concretizar seus planos de governo, Castro precisa do apoio do Parlamento, onde não tem maioria. Para piorar, alas rivais do ‘Libre’ decidiram eleger cada uma seu próprio presidente do Congresso, o que gerou uma crise.


O deputado Jorge Cálix, apoiado pela oposição de direita, se autoproclamou presidente do Legislativo, com o apoio de mais de 70 dos 128 membros do Congresso, incluindo 20 dissidentes do ‘Libre’.


Mas Luis Redondo, que tem o apoio de Castro, conseguiu sua eleição com o apoio de 40 parlamentares titulares – 30 deles do ‘Libre’ – e um número similar de suplentes. Ele foi convidado a presidir a cerimônia de posse.


Para tentar controlar a crise, a presidenta eleita ofereceu a Cálix o posto de Coordenador de Gabinete no governo. Ele ainda não respondeu.


Xiomara Castro acusa os dissidentes de estabelecer uma aliança com o Partido Nacional, do atual presidente, Juan Orlando Hernández, a fim de impedir as mudanças que ela prometeu.


Hernández foi acusado por promotores de Nova York de manter vínculos com o narcotráfico. Seu irmão, o ex-deputado “Tony” Hernández, cumpre pena de prisão perpétua nos Estados Unidos por esse crime. Os dois negam as acusações.


Com informações da AFP