Criminosos são presos após morte de Sargento da Polícia Militar em Manaus


MANAUS| Os criminosos, Alderlan Patrício da Silva e Hudson Moraes de Souza, envolvidos no latrocínio que vitimou o sargento da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Manoel Altemar Pinho Gondim, foram presos, no ultimo sábado (12), e apresentados na manhã desta segunda-feira (14/11) em Manaus.

Salomão Pinheiro da Silva, vulgo 'Feijão', e Matheus de Souza Sá, conhecido como 'Macaquinho', estão sendo procurados, eles tambem são apontados como os autores do latrocínio que vitimou o sargento.


O sargento da PM de 43 anos foi assassinado à tiros, na noite da última sexta-feira (11/11), após reagir a um assalto na rua 17, bairro São José 2, zona leste.


A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), realizou a prisão da dupla. De acordo com o delegado Adriano Félix, titular da DERFD, os suspeitos foram localizados após a identificação dos veículos utilizados na ação criminosa.



A dinâmica do crime-

Ainda segundo investigação da (DERFD), Alderlan foi quem emprestou a motocicleta para o “Feijão” e o “Macaquinho” praticarem o crime. A participação do Hudson foi dirigir o veículo e deixar o “Feijão” na rua de trás do mercadinho para praticar o assalto.


O sargento da PM ainda chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, mas não resistiu e morreu na unidade.


Em um outro momento, imagens de câmera de segurança flagraram a dupla criminosa realizando um novo assalto ainda no bairro São José 2.

No vídeo é possível perceber que os criminosos chegam em uma motocicleta e rende algumas pessoas que estão paradas na rua.

Em seguida, um dos suspeitos ainda chega a disparar várias vezes em direção a um carro.



Alderlan e Hudson foram atuados em flagrante por latrocínio. Em seguida foram encaminhados para audiência de custódia, e estão à disposição da Justiça.