Crime da Mega-Sena: Polícia divulga fotos e busca 2 suspeitos foragidos


SÃO PAULO| A Polícia Civil de São Paulo divulgou nesta quinta-feira (22/09) imagens dos outros dois homens investigados por envolvimento no sequestro do ganhador da Mega-Sena Jonas Lucas Alves Dias, 55, que acabou em morte em Hortolândia (SP).


Marcos Vinicyus Sales de Oliveira, conhecido como "Vini" e Roberto Jefferson da Silva, o "Gordo", são considerados foragidos. Jonas havia ganhado R$ 47,1 milhões em 2020 e foi sequestrado no dia 13 de setembro enquanto caminhava perto de casa.




"Vini" e "Gordo" seriam os motoristas dos dois veículos que foram identificados com auxílio de imagens de câmeras de monitoramento como articuladores da ação: uma caminhonete S-10 e um Ford Fiesta preto.


Vinícius teria dirigido o carro preto e ainda teria ido até o caixa eletrônico com Jonas.

Já Roberto é investigado por dirigir a caminhonete. Jonas foi encontrado inconsciente um dia depois em trecho de acesso à Rodovia dos Bandeirantes.

Ele estava com sinais de espancamento, exames constataram que a vítima sofreu traumatismo cranioencefálico.


Duas pessoas já foram presas no decorrer das investigações. Uma delas é Rebeca Messias Pereira Batista, 24. Ela foi identificada pelos agentes como a dona da conta para onde foram transferidos os mais de R$ 18 mil de Jonas. A, GCM (Guarda Civil Municipal) informou que a suspeita foi encontrada em situação de rua.


O outro é Rogério de Almeida Spínola. Segundo informou Kleber Atale, delegado da Polícia Civil, o homem tem histórico de homicídio, tentativa de homicídio e roubo.

Ele foi detido sábado passado (17/09) em Santa Bárbara d'Oeste (SP), a 35 km de Hortolândia. A investigação aponta que ele estava em um dos dois veículos que abordaram a vítima.