Após serem roubadas, mulheres 'armam' suposta compra e conseguem prender assaltantes


MANAUS| A facilidade em roubar e ficar com os pertences das vitimas não foi concluída com sucesso para a dupla de desocupados: Alilton dos Santos, de 23 anos, e um adolescente de 17 anos, eles foram presos na tarde desta terça-feira (28/06), em um posto de combustíveis na avenida Torquato Tapajós. A dupla assaltou uma senhora e suas filhas em uma agência bancária no último domingo (26/06).


Os criminosos abordaram a vitima em uma agência bancária, no último domingo (26/06), na Avenida André Araújo zona sul de Manaus. A vítima, que não teve sua identidade revelada foi ao banco, acompanha de duas filhas, para desbloquear um cartão de débito, quando foi surpreendida pela ação da dupla de criminosos.


Quando as mulheres estavam no local, um dos suspeitos entrou, elas já perceberam uma atitude estranha. Logo depois o outro criminoso entrou e eles anunciaram o assalto.


A dupla fez gestos como se estivesse com arma na cintura para render as vítimas, que entregaram os celulares e os cartões, mas depois uma das mulheres percebeu que eles não estavam armados e negou entregar a bolsa.


As duas filhas correram atrás dos suspeitos e perceberem que eles entraram dentro de um carro, que estava aguardando deliquentes do lado de fora.


Desenrolar-


Passado dois dias após a ação criminosa, as vítimas descobriram que os celulares roubados estavam sendo vendidos em uma rede social, elas 'armaram' uma suposta compra do aparelho, se passando por cliente, marcaram um encontro para efetuar a compra no valor de R$ 1,400, e conseguiram pegar os criminosos.


A equipe da Companhia de Operações Especiais (COE) foi acionada para acompanhar o caso. As vítimas foram até um posto de combustíveis, na Avenida Torquato Tapajós, na zona norte da cidade, onde encontraram a dupla.

No local, Alilton recebeu voz de prisão e o adolescente foi apreendido. Os dois foram apresentados no 6 Distrito Integrado de Polícia (DIP) e depois conduzida para o 1º DIP, para registro de flagrante.

Os dois estão à disposição da justiça.